Icone Telefone Ligue : 11 3337.4367
Icone Facebook Icone Twitter
Logo Gersonita Planet Hair

Manutenção do Mega hair

Além de ser uma técnica que exige paciência na hora de aplicar, o megahair também pede um cuidado especial para que valha o investimento. “É importante a mulher saber que o novo cabelo vai exigir muita dedicação e cuidado”, destaca Proença.

 
Nino indica a manutenção a cada três ou quatro meses. A cada sessão de manutenção, as mechas são retiradas uma a uma e recolocadas. “A emenda é colocada entre a raiz e o fio e, como peso, o megahair acelera o crescimento do cabelo. Então, essa emenda vai ficando distante, por isso é preciso fazer a manutenção”. Segundo o profissional, quem seguir a lição de casa na hora de cuidar dos fios cumprindo as manutenções, pode manter as mesmas mechas por até um ano e meio.
 

Problemas mais comuns

 
Mais do que ficar de bem com o espelho, vale lembrar que o cuidado com os cabelos será redobrado após a aplicação do megahair. Apesar de confirmar que o método à base de queratina é o menos agressivo, a dermatologista Camila Hofbauer, que é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, afirma que “é impossível não ter uma quebra, mesmo que pequena, dos fios”. 
 
Ela explica que isso ocorre porque, durante a aplicação acontece a tração dos fios e, além disso, a cola fragiliza a fibra. Por isso a quebra é apontada com um dos problemas mais comuns e, por mais que a pessoa hidrate o cabelo, não dá para impedir completamente. 
 
Outros problemas menores são a coceira, o aumento da oleosidade ou da caspa.  “O que mais vejo é a quebra do fio e complicações do couro cabeludo relacionados à falta de higienização correta. Isso porque o megahair pode dificultar a penetração dos produtos”, explica. Outro fator que contribui para o quadro é o fato de o cabelo ficar úmido por mais tempo,  o que também complica estes problemas.
 
Quem emenda um processo químico no outro, além de alisamentos e outros tratamentos agressivos, pode ver o problema ficar ainda mais grave, evoluindo para uma alopecia por tração, que é a queda do cabelo na região frontal e lateral do crânio, o que, acredita-se, já foi um problema encarado pela top model Naomi Campbell.